O RESTAURANTE

Aberto em 2013, o Ecully já chama atenção pela casa que ocupa. Uma construção de mais de cem anos em Perdizes que preserva muitos detalhes da construção original.

 

Por dentro, o salão convida a um momento de fuga do caos de São Paulo. Cercado de plantas e com uma jabuticabeira entre as mesas, com teto e paredes de vidro para o máximo de aproveitamento da luz natural.

 

De noite, as mesas recebem iluminação a vela, deixando o clima ainda mais intimista e romântico.

 

São dois espaços que podem ser utilizados de forma modular, acomodando desde grandes jantares harmonizados a pequenos grupos durante o almoço.

 

Com a chefia da cozinha dividida entre os sócios Guilherme Tse Candido e Juliana Amorim, o Ecully é classificado como Bib gourmand do guia Michelin todos os anos desde 2015.

 

Da cozinha, saem pratos elaborados e com um enorme cuidado desde a escolha dos ingredientes a apresentação. Apesar da raiz francesa, as influências brasileira, italiana e de outras cozinhas do mundo são marcantes.

Sobre o nome:

 

Écully (com acento) é uma cidadezinha francesa próxima a Lyon, capital da gastronomia francesa e lar do Instituto Paul Bocuse, escola de gastronomia onde o Guilherme e a Juliana se conheceram.

 

Para quem tem dúvidas, Ecully se pronuncia assim: "eculí" - com acento no í!